O trabalho se constrói através da obsessão do artista e a sua interação com o outro, sendo eles contemporâneos por conviverem, se instaura a edificação constante das relações.

        Proponho a visibilidade de um individuo perante os outros, os detalhes, as nuances íntimas, que convivem nesse lugar (a cidade).

      Busco por meio da materialidade, expor a santidade e humanidade presente em minha vida. A produção se instaura através do tempo do artista se opondo a produção em massa e a impessoalidade que delimita a sociedade contemporânea baseada no consumo, escolho repartir-me, doar.

EX VOTOS

**Os vídeos a seguir são parte do registro visual do trabalho, entendendo como uma instalação "efêmera".

Museu de Arte Murilo Mendes (2016/2017)

Oficina realizada no Bairro Vale Verde - Juiz de Fora - MG (2017)